Denise de Freitas
mezzo-soprano - Orfeu


Nascida em São Paulo, Denise se revelou cantora de grande versatilidade artística nos principais papéis dos repertórios sinfônico e operístico. Tem como orientadora vocal e interpretativa, a renomada cantora Lenice Prioli. Realizou recital em homenagem aos 70 anos de Osvaldo Lacerda e gravando, em 2000, um CD com composições do autor, este que ganhou o Prêmio de melhor CD do ano. Entre os papéis mais relevantes, destacam-se: o Cherubino (Le Nozze di Figaro), Laura (La Gioconda), João (João e Maria), Rosina (Il Barbiere di Siviglia), Cenerentola (La Cenerentola), Nicklausse (Les Contes d'Hoffmann), Siebel (Fausto), Carmen (Carmen), Meg (Falstaff), Suzuki (Madame Butterfly). Em 2004 foi agraciada com o IX Prêmio Carlos Gomes como Melhor Solista Feminino. Em 2006 destacamos sua
participação no X Festival Amazonas de Ópera como Charlotte (Werther), sob regência de Luiz Fernando Malheiro. Em 2007, colheu o aplauso do platéia paulistana com sua hilariante e perfeita abordagem do papel da “Marquise de Berkenfield”, na montagem de La Fille du Regiment (Donizetti), sob regência do Maestro José Maria Florêncio. Em 2008 teve excelente crítica ao cantar no Theatro Municipal de São Paulo os papéis do Compositor na ópera Ariadne Auf Naxos, e de Dalila na ópera Sansão e Dalila, esta sob regência do maestro Jamil Maluf e direção cênica de André Heller-Lopes. Ganhou o XII Prêmio Carlos Gomes, na categoria de melhor cantora em 2009.

Lina Mendes
Soprano - Eurídice

Lina Mendes, soprano, natural de Niterói, Rio de Janeiro, iniciou seus estudos musicais aos oito anos de idade no curso técnico de violino da Escola de Música da UFRJ, fazendo parte também do Coral Infantil. Ainda menina, atuou como solista no Theatro Municipal do Rio de Janeiro nas óperas: “Tosca” (Pastor), “Rigoletto” (Pajem) e “A Flauta Mágica” (Primeiro Gênio), sob regência de Sílvio Barbato. Em 2006 ingressou no Bacharelado em canto na Escola de Música da UFRJ. Entre suas principais apresentações como solista, em 2008 e 2009, destacam-se, a ópera “Maroquinhas Fru-Fru” (Ernest Mahle), como Maroquinhas; a ópera francesa “La Chèvre de Monsieur Seguin”, como La Chèvre, composta e dirigida por
Patrik Mathieu e realizada no CCBB do RJ; a ópera “La Canterina” (J. Haydn), como Don Ettore; cenas selecionadas da ópera “Wozzeck”(Alban Berg), na Academia Brasileira de Letras, como Marie; a opereta “Un Mari à La Porte” (J. Offenbach), como Rosita no IBAM no RJ; o concerto de abertura do 46° Festival Villa - Lobos, fazendo parte do quarteto solista da missa “Vida Pura” (Villa-Lobos), sob a regência de Roberto Duarte na Sala Cecília Meireles no RJ; a “Cantata de Natal” de Ricardo Tacuchian, sob regência de Ernani Aguiar, sempre sob elogios do público e da crítica. Aos 22 anos faz sua estréia em São Paulo como Eurídice, no Theatro São Pedro, na ópera “Orfeu e Eurídice”, de Gluck.

Solange Siquerolli
Soprano - Amor

Iniciou seus estudos com Walkyria Ferraz em sua cidade natal - Londrina, antes de passar a estudar sob orientação de Niza de Castro Tank. Com alguns anos de trabalho, já recebia prêmios no Concurso Nacional de Canto Carlos Gomes, no Rio de Janeiro, quando foi agraciada como melhor intérprete de canção brasileira, cantando Villa-Lobos.  Sua relação com a música do Brasil, na verdade, é bastante forte em seu trabalho: participou da estreia mundial de duas óperas de compositores nacionais, como protagonista: “A Moreninha”, de E. Mahle, e “O Anjo Negro”, de J. G. Ripper. Alcançou ainda o 1o lugar no 2º Concurso Maria Callas de Canto bem como a premiação de Melhor Intérprete de Verdi, no mesmo concurso.

Já cantou em diversos concertos e óperas como “As Bodas de Fígaro” e “A Flauta Mágica” (Mozart), “Carmen” (Bizet), Condor (Carlos Gomes), “La Cenerentola” (Rossini) e “Manon” (Massenet) em palcos como os do Teatro Amazonas, Municipal de São Paulo e Nacional de Brasília, sob a regência dos maestros Isaac Karabtchesvsky, Luiz Fernando Malheiro, Jamil Maluf, Aylton Escobar, Ernst Mahle entre outros. No teatro, dividiu o papel de Bidú com Miriam Mehler e Leona Cavalli na peça "Bidu Sayão, uma Homenagem", apresentada no Teatro São Pedro de São Paulo e em Portugal. Fez o papel de “Carlotta” no musical “O Fantasma da Ópera”, de Andrew Lloyd-Weber. Em 2009, participou do musical da Disney, “A Bela e a Fera”, no Teatro Abril, em São Paulo, fazendo o “Misturador” e cover de “Sra. Potts” (o bule) e “D. Cômoda”.

Cristine Bello Guse
Mezzo-soprano - Orfeu

Formada pelo Instituto de Artes da Unesp na classe de canto da Profa. Dra. Márcia Guimarães, participou como solista do Núcleo Universitário de Ópera, atuando em West Side Story, O Mikado, Forrobodó, Os Piratas de Penzance e A Ópera dos três Vinténs. Destacam-se também suas participações no Réquiem de W. A. Mozart, junto ao coro da escola W. Rudolf Stein; a personagem Melissa da ópera de Francesca Caccini La Liberazzione di Ruggero dell’Isola d’Alcina, no Teatro Ouro Verde em Londrina – PR em estréia nacional; a personagem Isabella da ópera de G. Rossini L’Italiana in Algeri e Idamante da ópera de W. A. Mozart Idomeneo, Re di Creta, feitas em forma de Recital no Foyer do Teatro São Pedro; Stabat Mater de G. Pergolesi, junto à orquestra de câmara da Unesp, em um circuito por
vários lugares de São Paulo;Missa Nelson e Glória de Vivaldi junto à Orquestra Sinfônica de Rio Claro; a personagem Maddalena da ópera Rigoletto de G. Verdi em apresentações no Teatro do Cic de Florianópolis - SC; e a personagem Flora da ópera La Traviata em montagem produzida pela Cia Opera de São Paulo no Theatro São Pedro. Em 2009, fez parte do ensemble da produção de Möeller & Botelho do musical A Noviça Rebelde durante a temporada em São Paulo. Recentemente, concluiu o curso de mestrado em Práticas Interpretativas do Programa de Pós-graduação da Unesp, sob orientação da Profa. Dra. Martha Herr, e, atualmente, integra o colegiado de professores de canto lírico do Conservatório “Dr. Carlos de Campos” da cidade de Tatuí.

Ludmila de Carvalho
Soprano - Eurídice

É Bacharel em Canto Lírico pela Unesp e atriz profissional formada pelo SENAC/SP. Em 2009, cursou a Vocal Academy de Silvana Bartoli no Menuhin Festival em Gstaad, Suíça. É Vencedora do IV Concurso de Jovens Solistas da Orquestra Sinfônica da Bahia, e obteve 2° Lugar na Categoria Master do 12° Maracanto. Protagonizou Yum-Yum em The Mikado (2004) com o Núcleo Universitário de Ópera, com quem também realizou récitas de The Pirates of Penzance (como Edith) de Gilbert&Sullivan, além de Lucy Brown em Dreigrochenoper de Kurt Weill (2006). Em 2009, cantou a Missa em Tempore Belli de Haydn sob regência de Daisuke Soga (Japão), no encerramento do Festival de Londrina, e em dezembro cantou sob
regência de Luis Otávio Santos as óperas Les Plaisirs de Versailles e Actéon de Marc-Antoine Charpentier, e participou da  estréia nacional da Comedy on the Bridge de Bohuslav Martinu como Josephine, sob direção musical de Osvaldo Ferreira (Portugal), ambas encenadas por Carlos Harmuch (Schola Cantorum Basiliensis, Suíça).  Seu repertório de concerto inclui a Missa Luterana BWV 234 e a Cantata 51 de Bach, a Missa Nelson de Haydn, Gloria de Vivaldi, Stabat Mater de Pergolesi, realizados com a Sinfônica de Rio Claro, Orquestra L’Estro Armonico e Camerata Zatjenbaum dentre outras. Atualmente estuda canto com Marília Vargas e integra o Ópera Studio da EMESP.

Thayana Roverso
Soprano - Amor

Aos 17 anos iniciou seus estudos de canto lírico com o Prof. Benito Marsca. Aos 19 ingressou na Uni FiamFaam onde passou a ter aulas com o Prof. Carmo Barbosa. Foi solista do madrigal da Faculdade no concerto "Magnificat", de A. Vivaldi, juntamente à orquestra do Pátio do Colégio, sob regência do Maestro Laércio Diniz. Participa desde 2006 do coral Collegium Musicum, sob regência do maestro Abel Rocha.No ano de 2008 interpretou o solo da primeira bruxa na ópera "Dido e Aeneas", de H. Purcell, no Centro de Cultura Judaica (CCJ), sob direção cênica de Iacov Hillel e direção musical de Abel Rocha. No mesmo ano foi solista na obra "Vespro della Beata Virgine", de C. Monteverdi, junto ao Collegium Musicum, sob regência de Abel Rocha. Aos 22 anos participou do espetáculo "Noites Francesas do CCJ", sob regência de Mauro Wrona e direção cênica de Iacov Hillel, juntamente com os cantores Gabriela Pace, Denise de Freitas e Sérgio Wantraub. Em Janeiro de 2010 foi solista, com o papel da soprano "Berenice", na ópera "L´occasione fa Il ladro", de G. Rossini no XVIII Oficina de Música de Curitiba. Atualmente recebe orientação de Adélia Issa.

Luciano Camargo
Regente

Formado em Regência Orquestral pela USP na classe de Aylton Escobar e Gil Jardim, estudou também com Peter Gülke e Klaus Hövelmann em Freiburg (Alemanha). No Brasil recebeu orientações de Ira Levin, Roberto Duarte, Roberto Minczuk, Roberto Tibiriçá e Osvaldo Ferreira. Em 2007 cursou estágio acadêmico em regência orquestral no Conservatório Estatal de São Petersburgo (Rússia) na classe de Mikhaíl Kukushkin. Foi um dos participantes selecionados do Prêmio OSESP 2006, e desde 2002 é o diretor artístico e regente titular da Orquestra Acadêmica de São Paulo e do Coral da Cidade de São Paulo,  tendo  realizado  mais  de  70  concertos na capital e no interior, apresentando obras como a Sinfonia n. 3 e a Canção das Florestas de Schostakovitch, Requiem de Hanns Eisler, o Concerto em Mi bemol
“Dumbarton Oaks” e o balé Pulcinellade Stravinski. Foi diretor de música sacra do Kantorei St. Peter und Paul Freiburg (Alemanha) e dirige desde 2004 o Coral Sagrada Família da Diocese de Campo Limpo. Atualmente desenvolve pesquisa de mestrado em música russa na ECA-USP. 

Rodolfo García Vázquez
Diretor Cênico

Diretor e dramaturgo, é um dos fundadores da Companhia de Teatro “Os Satyros” ao lado de Ivam Cabral. Considerado um dos mais importantes diretores do teatro brasileiro, recebeu o prêmio Shell de melhor diretor em 2005 por "A vida na praça Roosevelt", de Dea Loher. Entre seus principais tarabalhos destacam-se "A filosofia na alcova", "De Profundis", "Sappho de Lesbos", "Transex", "Os 120 dias de Sodoma" e "Inocência". Conta em seu currículo com memoráveis atuações internacionais em festivais de teatro da Europa (Avignon, Edimburgo, Castillo de Niebla, entre outros) e no Teatro Jovem de Kiev, com a
peça “A Filosofia na Alcova”, tendo sido o primeiro espetáculo estrangeiro a se apresentar na Ucrânia após a dissolução da União Soviética. Tendo recebido vários prêmios por sua atuação em teatro, Vázquez é reconhecido também por suas produções para cinema e televisão. Com “Orfeu e Eurídice” passa também a destacar-se como diretor cênico no campo da ópera, trazendo uma nova concepção dramática para este estilo.

Cenários e Figurinos
MARCELO ONUKI MAFFEI

Iluminação
RODOLFO GARCÍA VÁZQUEZ

Bailarinas
EVANI T. S. FERNANDES     KARINA FLORES 
MARINA FERNANDES       TALIA ARMANI DELLALIBERA

Bailarinos
GUILHERME CHAPINA       LUCAS ROMA

Cérbero
PEPE RAMIREZ

Flauta
MARCO ANDRÉ BATISTA DOS SANTOS

Trompetes
AMARILDO COELHO DO NASCIMENTO
MICHEL MACHADO

Pianista
FELIPE BALIEIRO

Regente Assistente
NATÁLIA LARANGEIRA

Professor Convidado
FRANCISCO CAMPOS NETO

Monitores Corais
BRUNA CRITCHI    BRUNO BRANDÃO QUARESMA
 LUCIANA PANSA     RAFAELA P. MARTINS

Preparador Vocal
MOISÉS HELBERT PEÑA

Mestre de Coro
DENILTON F. CARMO

Produção
IRANI CELESTINO

Vídeo e Imagem
J. A. VIEIRA CAMARGO

Produção de Figurinos
DAÍSE NEVES

Acessórios de Figurinos
MARLENE OLIM
LÚCIO CARVALHO

CORAL DA CIDADE DE SÃO PAULO
UNIDADE TENDAL DA LAPA

Diretor Artístico
Luciano Camargo

Sopranos
Adriana Morita de Mello

 

Adriana Nöthlich de Andrade
Aline Souza Lopes da Silva
Ana Maria Simões Moura
Cláudia Andrade dos Santos
Cristiane Marchl Soares
Daniela Ramos Gonçalves
Darcilia Delalibera
Débora Cristina Abreu
Evani Tadeu da Silva
Felícia de Moraes
Isabela Regina Ferreira Lima Santos
Joya Emilie de Menezes Correia-deur
Karina Flores Teixeira
Lilian Cristine Spada
Lucimar Nascimento Lemus Corrêa
Maria Cristina Alves Santos
Maria das Graças Zati Campanari
Marieta Clemente de Campos Gomes
Marilu Parrillo da Silva Vieira
Marina Fernandes
Marli Breatriz Pereira
Paula Garcia Psillakis
Rafaela Pedreira Martins*
Selma Helena Dabus
Sueli Souza Moreira Fuzetti
Talia Armani Delalibera
Tânia Maria Moraes
Tatiana Santos Silva
Teruko Ono
Vera Lucia Poltronieri Coe
Vitória Sena Batista Alves

 

Contraltos
Adda Brito Malagodi
Adriana Madalena dos Reis
Bárbara Sena Batista Alves
Bruna Critchi*
Bruno Santos Gomes
Celina Sena de Oliveira
Cleide Gigli de Almeida
Egre de Almeida Lima
Eliana Aparecida Rodrigues
Fulvia Leirner
Glaucia Verena Sampaio de Souza
Irani dos Santos Celestino
Juliana Pereira de Arruda Fernandes
Julieta Widman
Lea Marks
Luciana Pansa*
Maria Célia Oliveira
Maria Cristina Vercelli
Maria Eugênia da Rocha Nogueira
Maria Helena Vieira
Maria Odília Ramos
Marina Ungaretti
Marinalva Fonseca Silva
Miriam Regina Romon
Natália Larangeira
Onória Neri Pereira de Assis
Patrícia Garcia da Silva Nascimento
Sílvia Jorgina Cassilha
Sílvia Maria de Castro Lemos
Sonia Regina Nunes
Theodoro Cardoso de Almeida
Viviane Cristina Botelho Vivolo

 

Tenores
Adanias Sousa Silva
Adilson Pereira
Ailton Aparecido Rodrigues
André Rodrigues da Cunha
Antônio Ângelo Orlando
Denilton Fernandes do Carmo*
Edmilson Araújo da Silva
Manoel José da Silva
Rodolfo Sica Faria
Sady Carlos de Souza Jr

Baixos
Antonio Carlos Fernandes
Bruno Brandão Quaresma*
Charles Keiti Miyazaki
Edson Marçal de Assis
Eliezer dos Santos Abade
Fábio Duarte Corrêa
Givaldo Fernandes da Silva
Israel Gomy
Jenner Araújo Verçosa
João Augusto de Souza Leitão
Leofran Farias dos Santos
Rubens Vinicius Bocardo Gomes Pereira

 

CORAL DA CIDADE DE SÃO PAULO
UNIDADE CEU BUTANTÃ

Regente
Natália Larangeira

Sopranos
Beatriz Scatralhe Ribeiro
Cláudia Berliner
Edinilda da Silva Guedes
Lorelaine da Costa Cassemiro
Maria Cícera dos Santos
Maria de Fátima Soares
Maria Júlia Zioli Nishikawa
Maria Tereza Batalha dos Santos
Neusa Santiago dos Santos
Salomé Aparecida Gonçalves Lucio
Sônia Maria Magalhães Andrade
Thaís Reis de Leão

Contraltos
Denise de Souza Scala
Eurides Fernandes do Nascimento
Izabel Cristina Muzio
Izabel de Assis Bueno de Souza
Luzilene Oliveira Santos
Maria Lúcia Ferreira Dias Silva
Rachel Silva
Rafaela Regina Cardoso
Sônia Aparecida de Souza
Sônia Solange Araújo dos Santos
Vera Lucia Araújo dos Santos

Tenores
Eduardo Dal Medico Chain
Ricardo Vicente Garcia
Rodrigo Medwazagni
Vitor Moutte Ribeiro

Baixos
Fabrício Pinho dos Santos Silva
José Carlos Belfort Furia
Luiz Carlos Pierangeli

 

CORAL SYNGENTA

Regente
Luciano Camargo

Sopranos
Débora Bertolini
Fabiana Mariano
Isabel Batista
Maria Helena Silva
Mônica Salles
Selma Helena Dabus
Sueli Fuzzeti

Contraltos
Arlete S. Santana
Eleni Cristina Otaviani
Luciana S. Leite
Silvia Damiati

Tenor
Nilson Pereira

Baixos
Altair M. Sousa
Egídio Moniz
Leonardo Silva